quarta-feira, 3 de maio de 2017

Esperar e respirar




Está tudo tão estranho
Sinto uma certa distancia
Um vazio
Um buraco
Uma lacuna
Um farol apagado
Minha vontade é de sair correndo
para acender esse farol,
seja qual for a direção.
Não posso
Não devo.
A vida é feita de acasos
Mas de escolhas
Não posso precipitar uma decisão importante
E se for o certo a fazer?
Posso estar perdendo tempo
O tempo pode ser meu amigo
Ou inimigo
Preciso respirar
Esperar
Respirar
Esperar a chuva passar
Respirar
E ver no que dá
Mas, está tudo tão estranho...


domingo, 26 de junho de 2016

Basta apenas uma atitude




Basta apenas uma lágrima para chorar
Basta apenas uma atidude para tudo mudar
Nada é como parece ser
E tudo pode ser como sempre imaginamos
Basta apenas uma rosa para falar de amor
Basta apenas uma gota para a tempestade começar
Todos os caminhos levam a um destino
Todos os destinos levam a um final
Todo final pode ser mudado
Basta apenas uma atitude.

Aiala Martins
Setembro/2015

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Hoje eu não estou aqui


Adicionar legenda

Meu corpo está aqui, mas meu espirito está longe
Meus pensamentos navegam no meio do oceano pacifico
Vejo baleias brincando
Um perfeito pôr do sol se aproxima do horizonte.
É amarelo, com leve tons de rosa misturados com azul
Não escuto nada além do som do mar
Meus dedos sentem a textura grossa e lisa da madeira do barco
Meus pés estão frios
Não uso sapatos
Meu cabelo está voando contra o vento
Mas isso não me incomoda
Me sinto livre.
Uma lagrima ameaça cair dos meus olhos
Percebo que meu corpo ainda está aqui
Acorrentado. Preso.
Preso a uma realidade comum
Sinto meu coração apertando
Quero chorar
Não posso
Preciso manter a aparência de um dia comum e feliz
Sentada durante horas numa cadeira macia e desconfortável                
Sinto novamente meus dedos tocando as teclas ásperas do notebook              
Meus pés pisando em um chão gelado do 11 andar de puro concreto
Não consigo mais sentir o barco
Não consigo mais ver o pôr do sol
Uma vontade grande de pegar minha bolsa e sair pela porta
Sem olhar pra trás            
Seguir em frente
Até ouvir o som do mar.


Jan/16

domingo, 2 de junho de 2013

Vida Vazia



Eu queria ser diversas pessoas
Me esconder em máscaras
Disfarçar-me na massa
Sorrir por nada
Quando não tiver nenhuma graça.
A vida, tão vazia.
Eu quero preenchê-la
Até ficar abarrotada
Para não sobrar mais nada
De tanta rotina sem graça.
Que tudo seja excitante
Que eu fique ofegante
Só de pensar em viver.
A vida é vazia.
Que bom!
Não teria nenhuma graça
Receber uma vida ocupada
Sem que eu pudesse fazer nada
Para preencher do meu jeito.


Aiala Martins
jun/2013

Vamos para Marte!




Ah, fala sério!
Nem todos precisam ser 
o que não querem ser de verdade.
Nem todos precisam sujeitar-se 
a loucura desse mundo.
Às vezes me questiono se por algum momento 
as pessoas agem como se fossem elas mesmas.
A vida social altera quem somos.
E muitas vezes a mudança não é boa.
Somos prisioneiros da sociedade!
Uma prisão perpétua que dura ate a morte.
Todos os dias vemos “o sol nascer quadrado” 
pelas persianas do escritório.
Somos obrigados a vestir os uniformes da moda,
E a estarmos sempre numa vitrine 
fazendo de tudo para ser o produto 
mais bonito e atraente para o próximo te aceitar.
Ah, fala sério.
Vamos para Marte!



Aiala Martins
Jan/2013

Emoção Indescritível




É indescritível a emoção que estou sentindo,
E não posso dividir com ninguém esse sentimento,
Porque a conquista foi minha.
Por cada lágrima que derramei,
Cada livro que eu li,
Cada noite sem dormir,
Cada palavra que escrevi,
Os medos que enfrentei,
A dor que eu senti.
Quantos momentos me deu vontade de parar.
Quantos momentos eu pensei em desistir,
Mas Deus colocou anjos no meu caminho,
Anjos que me fortaleceram para tudo isso acontecer.
Hoje eu choro de alegria.
Alegria por ter enfrentado tantas coisas
E ter sobrevivido a todas.
Realmente é indescritível.


Aiala Martins
Fev/2013

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Dia das crianças



Faz tempo que não escrevo.
Quando meus dedos se mexem
Tem algo acontecendo,
Muito bom ou muito ruim.
E hoje, 
Está acontecendo algo muito ruim.
Meu coração está apertado.
Estou me sentindo sozinha,
Porque eu estou sozinha.
Em pleno dia das crianças, 
Sinto que roubaram o doce da minha boca.
Eu estava tão feliz com o doce...
Não restou nem o palito.
Uma vontade intensa de chorar.
Já chorei.
Não sinto vontade de brincar.
Brincar com quem?
Estou completamente sozinha.


Aiala Martins
12/10/2012


quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Escolhas Erradas




Me arrependo amargamente de escolhas que fiz.

As vezes choro compulsivamente,

mas percebo que chorar não adianta.

Como eu queria voltar no tempo e escolher coisas diferentes.

Hoje sinto que estou consertando tudo que escolhi de errado lá atras.

Mas a dor do passado as vezes me atormenta.

Não consigo falar com ninguém sobre isso.

Para outra pessoa pode parecer tudo idiota,

mas pra mim, idiota, foi o que fiz.

Fecho meus olhos e peço forças a Deus...

Finalmente abro meus olhos com as forças renovadas.

Com a certeza de que não posso mudar o passado,

mas o meu futuro ainda está por vir,

Posso fazer tudo diferente.


 

Aiala Martins

01/08/2012

segunda-feira, 2 de julho de 2012

Como o Sol




Como o sol,
Seu corpo quente me aquece.
Como a brisa suave do anoitecer,
Suas mãos frias me despertam.
Seus lábios macios como veludo,
Me beijam, 
Com todo amor que há no mundo.
A sensação mais sublime e inimaginável
Toma conta do meu corpo e da minha alma.
Com seu doce olhar,
Você me diz tudo,
Tudo que eu preciso saber.
Meu coração bate forte,
E meus olhos lacrimejam,
Um nó na garganta.
Eu sinto você aqui dentro,
Mas a saudade está batendo na porta.
Preciso de você pertinho de mim.
Preciso sentir o seu cheiro,
Ouvir sua voz,
Beijar sua boca,
Me envolver em seus braços.
E enfim conseguirei dormir em paz.
Falta você agora,
Eu preciso de você, cada segundo.




Aiala Martins
03/07/2012

terça-feira, 24 de abril de 2012

Memória bandida


Um passo a frente
Um caminho longo a seguir
O calor do passado vira frio
Congela a alma enquanto dou passos a frente 
para me esquentar de novo.
Numa noite escura brilham luzes intensas
Eu queria que fosse um sol ao invés da lua
A lua é traiçoeira
Isso é incrível, o dia ta raiando
O sol surge aquecendo novamente meu coração
Consigo finalmente ver o caminho a minha frente
Meu olhar pára no horizonte
Não consigo ver além
Um flash-back da escuridão
Tenho medo do escuro
Fecho os olhos, respiro fundo
Me concentro nas coisas boas que podem ter além do horizonte
Meus pés andam
Não posso parar
Não quero parar
Quero saber o que tem além do horizonte
O sol está comigo, me aquecendo
E eu só preciso que o dia não vire noite



"O amor...quando o frio vem nos aquecer o coração,
Quando a noite faz nascer a luz na escuridão,
E a dor revela a mais esplendida emoção." Jorge Vercillo


Aiala Martins
24/04/2012